Bateu Bwe
Image default
Destaque Tech

Autores, compositores e artistas angolanos já podem passar a receber rendimentos autorais do Tik Tok, Netflix, Spotify, Apple Music e BoomPlay


A conquista poderá, mais tarde, abranger obras de autores nacionais executadas publicamente no Facebook, Instagram, Deezer, Triller, Audiomack ou Youtube e insere-se no âmbito da reestruturação do Sistema Nacional dos Direitos do Autor e Conexos, com vista a criação da indústria musical angolana.


A monetização dos direitos autorais para compositores, artistas, autores e publisher angolanos resulta de um acordo rubricado no mês de Maio entre a SADIA e as respectivas plataformas digitais de streaming.

A iniciativa, que entra em vigor a partir de Agosto deste ano, começou a ser negociada em Fevereiro último, mas não é tudo, a entidade angolana gestora dos direitos autorais assinou também um protocolo com o programa Hub Digital africana capasso -um programa  que cobre 58 territórios africanos, para o incentivo e respeitos pelos criadores africanos, no que concerne ao uso das obras no sistema digital e combate à pirataria digital. 

Fonte: Carga Megazine

Revisão: Narciso Drake

Artigos semelhantes

Importância dos soluços nos bebés para seu desenvolvimento

Ildo Espinha

Seedstars World Competition recebe candidatos de Angola

Bateu Bwe

Miss CPLP entrega faixa de embaixadora da boa vontade a novas candidatas do concurso

Ildo Espinha

Comente

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceito Saber Mais

Privacidade & Politica de Cookies
Conteúdo protegido