Bateu Bwe
Image default
Life Style Moda

México acusa Zara e outras marcas de apropriação cultural

O México acusou as marcas Zara, Anthropologie e Patowl de apropriação cultural, alegando que elas teriam copiado conceitos de povos indígenas do país. 

Em uma série de cartas escritas para as marcas, o Ministério da Cultura do México pede por uma “explicação pública”, além de “benefícios” para as “comunidades criativas” que acredita ter inventado as técnicas de bordado e os motivos nas estampas. 

As correspondências, assinadas pela ministra Alejandra Frausto Guerrero e datadas de 13 de maio, vieram a público na última sexta-feira (28). Elas apontam vários itens das três marcas ao lado de exemplos de vestimentas criadas por povos indígenas da região de Oaxaca.

Em um comunicado à imprensa, o Ministério da Cultura cita um vestido midi azul bordado da Zara, dizendo que a marca espanhola usou símbolos ancestrais e o formato de vestidos “huipil”, que são feitos pelo povo Mixtec de San Juan Colorado, acrescentando que essas roupas tipicamente demoram ao menos um mês para serem feitas por eles. Esse item não está mais disponível no site da Zara. 

Um shorts bordado da Anthropologie também foi usado como um suposto exemplo de apropriação cultural. O governo mexicano disse que o item, que custa quase US$ 70 (R$ 361), usa símbolos que lembram os usados pela comunidade Mixe, em Santa Maria Tlahuitoltepec. A peça ainda estava disponível para compra no site da marca na última segunda-feira (31). 

As camisas floridas casuais da Patowl, por sua vez, lembram as técnicas de bordado da comunidade Zapotec de San Antonino Castillo Velasco. O governo diz que as flores bordadas nas peças eram uma imitação de uma técnica complexa chamada de “hazme si pudes” (“faça-me se puder”) e incluem os padrões de amores-perfeitos usados por aquele povo, entre outros.

Artigos semelhantes

Mãe flagrou missionário a abusar sexualmente uma criança dentro da Igreja

Ildo Espinha

“Girlfriend” nova coleção de Jcristality

Ildo Espinha

“Espaço Luanda Arte” participa na feira internacional de arte contemporânea PRIZM em MIAMI, EUA

Bateu Bwe

Comente

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceito Saber Mais

Privacidade & Politica de Cookies
Conteúdo protegido