Bateu Bwe
Image default
Cult & Art Destaque

Paulo Idalecio estreia filme sobre mistérios da zona da “Muxima” na plataforma Show Max da Multichoice

Intitulado “O Segredo da Aldeia”, o filme de curta metragem realizado pelo jovem angolano Paulo Idalecio, esteve em estreia na plataforma de streaming Show Max da Multichoice, no festival de cinema de curtas e longas metragens denominado “Africa Colours”, decorrido de 21 a 30 de Maio.

O filme retrata duas facetas socio e cultural da zona da Muxima (Luanda), trazendo, por um lado, o facto de o seu sobado ser governado por uma mulher, e por outro, a história de um grupo de jovens da cidade de Luanda que decidem visitar a localidade desrespeitando, porém, os costumes tradicionais da área e, por consequência disto, caem em incontroláveis tragédias.

“A minha curta metragem (de 10 minutos) traz uma história angolana, em particular de Luanda. Eu fui à zona da Muxima, olhei um pouco sobre as histórias que muito temos ouvido, de pessoas que vão tomar banho no rio e misteriosamente desaparecem ou morrem, pelo facto de não terem pedido autorização ao soba ou a uma entidade local. Portanto, também procurei mostrar um aspecto particular que, por acaso, nem estava no guião, que é o facto de o sobado da Muxima ser liderado por uma mulher”, explicou Paulo à Bateu Bwé.

Paulo Idalecio disse, ainda, que o Festival de Cinema reuniu na recente edição cerca de 40 filmes, todos africanos, produzidos no período de 2019 a 2021. O jovem realizador informou, igualmente, que o referido festival culminou com o novo projecto de divulgação da plataforma de streaming Show Max.

A mulichoice junta várias plataformas de streaming numa só”.

Importa realçar que, Paulo Idalecio participou em 2019, da formação de cineastas ministrada sob iniciativa da “Multichoice Talent Factory”. Do mesmo ficou-se a saber, ainda, que a Multichoice abriu quatro academias de cinema em África, nos seguintes países: Etiópia, Nigéria, Africa do Sul e Zâmbia, país no qual fez a formação.

Multchoice Talent Factory

“Tive uma experiência de quase dois anos, em Lusaka, capital da Zâmbia. Foi interessante porque estávamos na mesma academia 20 estudantes vindo de sete países de África. E, a Multichoice tem uma parceria com a New York Film Academy, que é a maior escola de cinema do mundo e tem também com a London Film School, que é a maior escola de cinema da Inglaterra. Portanto, tivemos a oportunidade de conviver e ter aulas com esses profissionais da indústria americana e inglesa, mas 90℅  dos professores são africanos com fasta experiência na área”, frisou.

Texto: Narciso Drake

Imagem: Paulo Idalecio (Arquivos)

Artigos semelhantes

Primeiro Festival Internacional de Humor em Angola

Bateu Bwe

LS Republicano” tem contrato com o partido angolano MPLA

Ildo Espinha

Ministro da cultura marca presença no evento “BRUNCH CULTURAL”

Ildo Espinha

Comente

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceito Saber Mais

Privacidade & Politica de Cookies
Conteúdo protegido