Bateu Bwe
Image default
Saúde e Beleza Sociedade

Dr Simão Tomás: ” Doenças endémicas são as que têm capacidade de desenvolvimento normalmente em países temperado quente e para o frio, na África subsariana e um desses países”

Recentemente Simão Albano Tomás de Freitas, nascido na cidade do Lubango, província da Huila, partilhou um pouco da sua experiência no ramo, medicinal com a nossa equipa da revista Bateu Bwe falando de doenças tropicais como: Baço e doenças endémicas.

Simão Freitas foi licenciado em medicina pela faculdade de medicina da Universidade Jean Piaget de Angola é especialista em Cirurgia Geral pela faculdade, Manuel Fajardo da Universidade de Ciências Médicas de Havana em Cuba, actualmente trabalha no hospital Central Dr António Agostinho Neto na Huila.

Sobre doenças tropicais o Dr Simão Tomás de Freitas falou:

“Considerada pela OMS, são doenças que têm capacidade de desenvolvimento normalmente em países temperado quente e para o frío. Sendo que nós temos um clima temperado muitas dessas doenças são Endémicas na África subsariana e um desses países é o nosso, o exemplo destas doenças são malárias, dengue, quistozenias e outras…

Como temos estas doenças no fórum Endémicos como nós ainda não os conseguimos erradicar, e temos adquirido de forma repetida muitas das vezes, pelo alto nível de analfabetismo ou disconhecimneto das pessoas, noutras vezes elas já nem se manifestam de formas graves a certas pessoas, por apanhar de repetição, só quando imunidade baixa muito é que estas pessoas vão procurar os serviços hospitalares para que sejam acudidas e buscar condições de contrapor estas doenças”.

Ao longo da sua abordagem o Dr Simão Tomás de Freitas apresentou um caso que teve a sua interversão, tratando-se de um Baço tropical na qual disse:

“O baço é um órgão do sistema homo-tiflopético que tem várias funções onde a mais importante é a destruição das células vermelhas no sangue, quando ela já têm tempo de vida suficinte estes são doenças como: malária, dengue, quistozenias têm os seus parasitas ou vírus a circular no sangue, e acontece que nas suas várias funções também tem função imunológicas com esta função este baço trabalha mais para função parasitária, bacteriana, viral de qualquer fórum que o organismo esteja a enfrentar.

Quando isso acontece de forma repetida e mal tratada isso acontece por causa do carácter hiper-funcional deste órgão, face ao que é ele enfrenta, aí ele cresce até ser um crescimento crónico o que acaba afetando quando
quase todas as séries sanguíneas porque ele joga papel importantes nestas séries principalmente na parte da coagulação por causa das plaquetas que são baixas, pacientes com linhas crónicas, abdómen com o aspecto de grávido (a), a única forma de contrapor, é depois de uma preparação prévia levar o paciente ao bloco operatório e estopar este órgão.

Para se ter noção, falo de uma paciente que vive no interior na província da Huíla e não tem acesso a muita informação, contando que faz a utilização da água do rio, para alimentação, higiene, acredito que esse Baço sofreu por meses, estudamos vimos que é de carácter tropical fizemos a esplenectomia, a cirurgia foi um sucesso a paciente encontra-se bem, e em fim tudo está ultrapassado.

Artigos semelhantes

Associação dos Médicos “Caimaneros” realizam campanhas se consultas grátis

Ildo Espinha

Huambo recupera mais de mil peças Museológicas

Ildo Espinha

Julgamento do assassinato de Thomas Sankara começa hoje

Ildo Espinha

Comente

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceito Saber Mais

Privacidade & Politica de Cookies
Conteúdo protegido